Empresas sólidas e marcas consagradas já não são mais as mesmas. Enquanto isso, uma nova geração de empresas e startups está surgindo – cada vez mais rápidas, mais ágeis e com uma capacidade de reinventar-se em uma velocidade ímpar. Hoje, o concorrente não é mais a grande multinacional, mas sim um grupo de pessoas criativas reunidas em uma garagem do Vale do Silício ou em qualquer lugar do mundo. E a Economia Colaborativa também veio para ficar, ampliando o alcance e tornando o negócio mais escalável.

Com o fenômeno do Big Data e Analytics, as empresas passaram a lidar com informações cada vez mais diversas e complexas, em tempo real – dados de indicadores financeiros, vendas, metas, qualidade, mercado, produtividade, pessoas e muitos outros. Já não dá mais para gerenciar o negócio na tentativa e erro ou em estimativas incertas. Todas essas mudanças também estão afetando radicalmente a relação entre as empresas e o consumidor. A possibilidade de comprar o que quer, de qualquer lugar do mundo, a um clique, e ainda receber em casa, propicia maior poder de decisão e dita novas regras para o mercado. Hoje o cliente quer comodidade, agilidade e eficiência.

Nesse contexto, não há mais espaço para planos estratégicos estáticos e engessados. As empresas precisam, cada vez mais, ter agilidade de adaptação, serem capazes de promover transformações de forma ágil e mobilizar pessoas como agentes de mudança, para se manterem competitivas em um mercado impulsionado digitalmente. As organizações de hoje precisam perceber que a evolução exponencial da tecnologia e seus impactos não conseguem ser absorvidos em uma organização que pensa linearmente.

Sendo assim, por onde começar a transformação digital na Educação Corporativa e no negócio e estruturar a organização para apoiar todas essas mudanças?

Governança

A estratégia de governança contempla a gestão não apenas das ações realizadas, mas das interfaces, das tecnologias, dos conteúdos e do compartilhamento do conhecimento?

Novas habilidades

Você está desenvolvendo as novas habilidades do século 21? As pessoas estão sendo desenvolvidas para lidar com a complexidade e velocidade das mudanças e, principalmente, os líderes do negócio estão repensando seu papel  como aprendizes e formadores de conhecimento?

Recursos

Seu orçamento e seus times estão alocados da melhor forma para atender esses novos desafios? Você temos recursos necessários para promover essa transformação digital no modelo de aprendizagem corporativa?

Personalização

O quanto a aprendizagem é adaptativa para atender as necessidades individuais sem se desconectar da estratégia central do negócio?

Tecnologias e plataformas

Quais ferramentas e tecnologias você tem à disposição (LMS, mobile, navegador de internet)? Você possui uma visão estratégica sobre quais recursos são necessários para apoiar a transformação digital na organização?

Participante no centro do aprendizado

Você pensa no participante ao desenhar uma ação de aprendizagem? Eles têm autonomia e são estimulados a buscar o próprio aprendizado, produzir e compartilhar conhecimento?