Os KPI’s – Key Performance Indicators são indicadores que refletem a eficiência dos processos, o desempenho dos colaboradores, as habilidades da gestão e outras métricas que sejam valorizadas pelo cliente ou internamente, de acordo com a função, área e objetivos.

Do ponto de vista da liderança, os KPI’s são fundamentais para garantir a produtividade dos colaboradores, mesmo sem um gestor avaliando pessoalmente o trabalho. Ao mesmo tempo, são uma excelente ferramenta para melhorar a performance das equipes, podendo servir de base para a definição de estratégias contínuas de desenvolvimento de talentos.

Entretanto, muitas organizações definem e monitoram uma série de indicadores que não são realmente úteis aos objetivos do negócio, gerando um montante de dados que pouco contribuirá para seus propósitos. Por isso, os líderes precisam conhecer os principais KPI’s que poderão, de fato, contribuir para impactar a gestão de pessoas e alavancar resultados.

Índice de rotatividade (turnover)

Monitorar o índice de rotatividade entre os colaboradores, ou seja, a relação entre os funcionários que entram e saem, pode ajudar a avaliar se a empresa possui ofertas atrativas, se os colaboradores estão satisfeitos com suas funções e, de maneira geral, pode auxiliar a detectar problemas e definir novas estratégias para evitar a saída de bons profissionais nas equipes.

Clima organizacional

Questões relacionadas à satisfação dos colaboradores com a empresa, ao trabalho que desempenham, ao plano de carreira, às oportunidades de crescimento e à relação entre os colaboradores, estão entre aquelas que englobam o clima organizacional. Para o líder, encontrar formas efetivas de medir esses indicadores é fundamental para rever e melhorar constantemente o exercício da liderança.

Avaliação de aprendizagem

Esse indicador é usado para medir o sucesso das ações de aprendizagem e programas de treinamento, sendo um dos mais importantes para acompanhamento da liderança. Hoje, com o avanço constante da tecnologia, é possível utilizar ferramentas para medir o desempenho individual de cada colaborador, criando, com isso, possibilidades de também oferecer metodologias de aprendizagem customizadas para as necessidades de cada um.

Referências:

MCKINSEY. “Ahead of the curve: The future of performance management.” Disponível em:<https://www.mckinsey.com/business-functions/organization/our-insights/ahead-of-the-curve-the-future-of-performance-management>

METADADOS.Gestão de Recursos Humanos: 14 indicadores fundamentais”.Disponível em:<https://www.metadados.com.br/blog/gestao-de-recursos-humanos-14-indicadores-fundamentais-em-rh/>