Em tempos de crise econômica, aumento do desemprego e inflação, quem trabalha na área de vendas – sobretudo no varejo – costuma sentir diretamente os efeitos do período, tendo que driblar problemas recorrentes  de queda nas vendas, estoque parado na loja e diminuição da cartela de clientes.

Considerando que os consumidores estão comprando menos e a concorrência está mais acirrada, os lojistas precisam focar esforços para minimizar os danos, identificar oportunidades de fidelização entre a cartela de clientes e, ao mesmo tempo, trabalhar para prospectar novos consumidores, para compensar os que serão perdidos. E, para atingir esses objetivos e driblar a queda de vendas, existem algumas iniciativas essenciais que podem ser adotadas:

1. Venda mais MIX de produtos
Analise o perfil dos seus clientes e veja se, entre os produtos que eles já costumam adquirir, existem outros que atendam às necessidades e podem ser oferecidos. Com o acirramento da concorrência e a diminuição da clientela, apostar em mix de produtos pode ser uma boa alternativa para não ter prejuízos.   

2. Aumente a frequência de contato com os clientes
Com o avanço da tecnologia, hoje existem múltiplos canais de atendimento por meio dos quais você pode entrar em contato com os clientes. O segredo, aqui, é não restringir o contato a fins comerciais e pensar em maneiras de se aproximar do consumidor, apresentar novidades, trazer soluções, mostrar dicas e se tornar um referencial em assuntos relacionados ao produto que você vende.

3. Invista na capacitação da força de vendas
Seja para incrementar a venda de um ou mais produtos ou melhorar a qualidade do atendimento aos clientes, investir continuamente na capacitação da equipe de vendas é imprescindível para garantir a fidelização e conquistar novos clientes.  Afinal, conhecer o consumidor, entender suas necessidades e estar pronto para oferecer a melhor solução é uma das maiores vantagens competitivas de qualquer vendedor. E, em tempos de crise, é quase uma questão de sobrevivência.