Quem trabalha com vendas sabe que a pressão por resultados é constante e cada venda conta na busca por maior competitividade – principalmente em tempos de crise. Se por um lado, as mudanças socioeconômicas em escala global estão trazendo à tona um novo perfil de consumidor mais exigente e consciente em relação àquilo que compra, por outro, o avanço da tecnologia tem trazido novas formas de interação, exigindo do vendedor atualização constante para atender às novas demandas dos clientes.

Por isso hoje, mais do que nunca, conhecer os erros que comprometem as vendas é essencial para criar estratégias  que, além de evitá-los, ajudem a alavancar resultados e obter alta performance em cada venda. Mas quais são os 4 erros que comprometem as vendas?

1. Não conhecer o seu consumidor
Um dos erros mais comuns cometidos por equipes de venda é adotar a chamada “postura de robô” na hora de atender um cliente, seja pessoalmente, por e-mail, telefone ou outro canal.  Se você espera fazer uma venda bem-sucedida, o primeiro passo é utilizar ferramentas adequadas para entender quais as necessidades, preferências e o perfil do seu cliente, para então oferecer as soluções que mais se adequem a ele.

2. Não utilizar análise de dados e relatórios de venda
Aprimorar resultados, fazer projeções mais precisas, investir em estratégias de marketing. Essas e muitas outras iniciativas essenciais para a sobrevivência do negócio só podem ser implantadas a partir de dados continuamente atualizados sobre os clientes e as vendas realizadas.

3. Não gerar valor ao longo do processo de venda
Muitas empresas acreditam que oferecer soluções ou dicas antes do fechamento da venda, podem impedir sua conclusão. O que costuma acontecer é justamente ao contrário! Quanto mais o consumidor enxerga você como alguém com credibilidade no assunto relacionado ao produto, maiores a chance dele se sentir seguro e confiante para fechar a venda. Por isso, não perca oportunidades de gerar valor ao longo do processo ao invés de se focar somente na venda em si.

4. Não utilizar práticas de pós-venda
O melhor momento para fidelizar o cliente é exatamente após a realização da venda. Utilizar análise de dados para prever comportamentos, antecipar necessidades e cativar o consumidor pode ser o diferencial para manter uma boa cartela de clientes e gerar valor para o negócio, mesmo em tempos de crise.